Portal EmDiv

:: Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014 ::
    Tamanho das Letras
    • Aumentar Letras
    • Tamanho Padrão
    • Diminuir Letras

    Compartilhar Isso!

    AddThis Social Bookmark Button

    Geotermometria - O Estudo dos Fenômenos Termicos Que Ocorrem no Interior do Planeta

    Os gêiseres, as fontes termais, os gases superaquecidos e o magma são matéria de estudo da geotermometria. Alguns desses fenômenos constituem atração turística, enquanto outros são aproveitados como fonte de energia.

    Geotermometria ou geotermia é a ciência que estuda os fenômenos térmicos do interior da Terra. Várias teorias procuram explicar a origem desse calor. Uma das mais aceitas afirma que procede da lenta desintegração dos elementos radioativos existentes nas rochas que se acham sob a crosta terrestre. Isso produziria energia geotérmica, que se manifesta sobretudo em forma de gêiseres -- jorros intermitentes de água quente e vapor de água -, fontes termais e fumarolas - emanações de gases - que surgem de pequenos respiradouros ou gretas nas regiões vulcânicas.

    O emprego da energia geotérmica pelo homem é muito antigo, porém começou a tornar-se mais amplo no século XX, quando se construíram as primeiras centrais geotérmicas, destinadas principalmente à geração de eletricidade. Os recursos geotérmicos, no entanto, ainda não chegaram a ser tão importantes como fonte de energia como, por exemplo, os reatores nucleares.

    Existem ainda outras aplicações da energia geotérmica. Muitas pessoas tiram proveito das propriedades curativas atribuídas às águas e lamas termais. A beleza dos fenômenos hidrotermais transforma-os em atrações turísticas. Os fluxos térmicos, além disso, muitas vezes apresentam minerais em suspensão ou em solução que se revelam úteis como matérias-primas para algumas indústrias químicas, como as que elaboram ácido bórico ou enxofre. A energia geotérmica também pode destinar-se à calefação e ao fornecimento de água quente, como acontece na Nova Zelândia, onde é igualmente empregada na indústria de papel. O mesmo ocorre na Islândia, onde também é utilizada para manter a temperatura de estufas situadas em latitudes próximas ao círculo polar ártico.

    Entre os países que utilizam e produzem energia geotérmica encontram-se o Japão, a Nova Zelândia, a Itália, a Islândia, os Estados Unidos, a Rússia e o México. Deve-se levar em conta que só se pode explorar a energia geotérmica nas regiões em que, em conseqüência da atividade vulcânica, existem centros de calor, isto é, zonas onde a temperatura da Terra é muito elevada, ou pelo menos mais alta do que em outras com a mesma profundidade.

     

    Pesquisa

    Publicidade

    RSS