Portal EmDiv

:: Sábado, 25 de Outubro de 2014 ::
    Tamanho das Letras
    • Aumentar Letras
    • Tamanho Padrão
    • Diminuir Letras

    Compartilhar Isso!

    AddThis Social Bookmark Button

    Mercúrio, o Metal Líquido - Elemento Químico

    Conhecido pelas antigas civilizações chinesa e indiana e encontrado no interior de tumbas egípcias, o mercúrio é o único elemento químico metálico que permanece líquido a temperatura ambiente.

    O mercúrio (Hg) é um elemento químico do grupo IIb (metais de transição), família do zinco, da tabela periódica. Chamado pelos antigos gregos de árgyros khytós, "prata derretida", por sua semelhança, em aspecto e cor, com o metal nobre, possui número atômico igual a 80, congela a -38,87º C e entra em ebulição a 356,9º C. Foi um dos primeiros elementos estudados e tem sido de interesse para os estudantes de química desde os dias da alquimia até a atualidade. Muito antes da era cristã, os chineses já usavam o cinábrio (sulfeto de mercúrio), mineral vermelho e brilhante, na fabricação de tintas e pinturas e conheciam, como os romanos, a arte da redução do sulfeto a metal.

    Ainda hoje o cinábrio, encontrado em torno das antigas manifestações vulcânicas, é o principal minério de mercúrio. O metal também é encontrado em estado livre, embora em pequena quantidade - uma média de 0,08g por tonelada de rocha - na Espanha (Almadén), Iugoslávia (monte Avala), Eslovênia (Idrija), Alemanha (Moschellandsberg) e Estados Unidos (Terlingua, Texas; Novo Almadén, Califórnia).

    A reação de ustulação do cinábrio, que consiste no aquecimento do composto com oxigênio, produz mercúrio e libera SO2. Embora extremamente tóxico, o mercúrio tem várias aplicações: na agricultura, como fungicida; na medicina como um anti-séptico de aplicação tópica em concentrações de uma parte por duas mil de água; e na indústria química, como catalisador no preparo de cloreto de vinila.

    Os barômetros e aparelhos de medir a pressão sangüínea empregam o mercúrio por sua alta densidade e baixa pressão gasosa. Sua expansão uniforme de volume no estado líquido e seu alto ponto de ebulição o tornam útil na medição de temperaturas, enquanto sua boa condutividade elétrica é aproveitada na fabricação de interruptores e relés, bem como em lâmpadas ultravioleta e fluorescentes. O óxido de mercúrio é usado como eletrodo (misturado com grafita) em pilhas e baterias.

     

    Pesquisa

    Publicidade

    RSS